Share to Facebook Share to Twitter Share to Twitter More...

Codelco confiou na Metso para aumentar a disponibilidade de britagem em 23%

Melhorar a produtividade e reduzir custos são metas importantes para que os produtores de mineração e fornecedores trabalhem juntos para encontrar soluções viáveis que melhorem as operações. Como resultado dessa parceria, a solução de upgrade e remodelação da Metso para um britador Symons ajudou a Codelco Andina no Chile a aumentar a disponibilidade e a segurança do equipamento.

A Codelco é atualmente a maior companhia produtora de cobre do mundo com as maiores reservas conhecidas. As operações da Codelco compreendem sete divisões de mineração, uma fundição (Ventanas) e uma refinaria, com sua sede localizada na cidade de Santiago. O relacionamento de longo prazo entre Metso e Codelco começou há mais de 90 anos quando o primeiro moinho Metso foi fornecido para as operações em Sewell, Chile. Hoje, a Codelco possui equipamentos da Metso instalados e produzindo em várias minas.

A Codelco Andina está localizada em Aconcágua – mais especificamente no vale de Rio Blanco – 3.000 metros acima do nível do mar. A divisão Andina atualmente está explorando minerais em dois locais diferentes: Rio Blanco, a qual é uma mina subterrânea, e Sul, a qual é uma mina de exploração a céu aberto. A produção combinada atual nos dois locais das minas é estimada em 220.000 toneladas de concentrados finos de cobre e 5.000 toneladas de molibdênio anualmente.

Desafio: Um britador fornecido há mais de 35 anos e instalado no subsolo

Encontrar uma solução para o desafio de equilibrar disponibilidade versus custo subitamente se tornaram uma prioridade máxima quando o britador Symons™ de 7 pés com sistema de aspersão da Codelco, instalado em 1970, começou a causar gargalos no processo de mineração. Como resultado do relacionamento da mina com a Metso, o cliente confiou que a Metso seria capaz de propor uma solução rentável para atualizar a máquina e melhorar sua produtividade. O objetivo foi renovar o britador para uma condição “como novo” e produzir em taxas vistas em modelos de próxima geração da Metso.

De acordo com Eduardo Morín, Engenheiro Especialista de Processo e Gerente de Projetos da Codelco Andina: “Quando uma organização identifica um problema, mas falha em entregar uma solução, ela pode criar um ambiente de complacência rotineira com as perdas – por exemplo, quando olhamos as baixas taxas de utilização e altos custos de manutenção de uma máquina de desempenho insatisfatório. A cooperação de sucesso entre a Metso e a Codelco durante a realização do upgrade no britador Symons é um exemplo perfeito de como inovação e criatividade são a chave para solucionar problemas rotineiros. ”

Para evitar desvios de rumo e exceder limites durante a implementação, os objetivos foram descritos e acordados com o cliente:

  • Aumentar a disponibilidade mecânica de seu britador Symons de 7 pés, almejando atingir um ajuste avançado das capacidades de automação do controle do bojo.
  • Fornecer maior segurança e minimizar a exposição a riscos substituindo o sistema de molas por cilindros hidráulicos.

Com essas metas claramente estabelecidas, a Metso começou a mapear um plano no final de novembro de 2015 efetuando reuniões de coordenação para identificar os componentes do novo projeto que seriam necessários e que mudanças eram requeridas nos componentes existentes.

A solução da Metso: um pacote rentável para automatizar o ajuste do bojo

O desafio foi aceito pela Metso e Codelco, apesar do nível de complexidade apresentado neste projeto. O pacote proposto envolveu novos componentes estruturais e hidráulicos correspondentes aos componentes existentes do britador, com algumas modificações. Ele também incluiu um novo controlador lógico programável (CLP) de acionamento da unidade de energia hidráulica com capacidades de comunicação Ethernet para permitir a operação remota e conectividade para os sistemas de automação mais avançados. O objetivo dos upgrades foi permitir um ajuste mais rápido dos tempos de remoção do bojo e adicionar uma capacidade de monitoramento remoto.

Expectativas excedidas com disponibilidade disparada do equipamento

O britador atualizado foi comissionado em abril de 2016, com testes extensivos e uma verificação completa de todos os parâmetros ocorrendo durante as 4 semanas seguintes à partida. Enquanto ocorriam a instalação e os testes, o desempenho dos revestimentos recomendados também foi avaliado a fim de atender aos requisitos do cliente quanto à produtividade e redução de tamanho.

Assim que o britador foi colocado novamente em linha e em produção, o resultado apresentado pelo britador atualizado correspondeu totalmente às expectativas do cliente:

  • A disponibilidade disparou por 23% devido à maior facilidade de manutenção, dos 65% anteriores para 88%.
  • A produtividade média aumentou em cerca de 10%, das 301 toneladas por hora anteriores para 336 tph.

A satisfação com a melhoria do britador é refletida pela avaliação pessoal do Engenheiro Especialista de Processo e Gerente de Projetos da Codelco Andina, Eduardo Morín: “Além de aumentar o coeficiente de partida, o britador agora possibilita um produto de melhor qualidade. Mas o benefício mais visível é a clara satisfação de nossos funcionários, já que eles se sentem como se finalmente tivessem sido ouvidos depois que nós encontramos uma solução para os atolamentos recorrentes”, citou Eduardo enquanto também enumerava os benefícios da confiabilidade e segurança.

“No passado, quando acontecia um atolamento, costumava levar cerca de 36 horas para ser removido. Além disso, a máquina costumava demandar uma desmontagem total, expondo os trabalhadores a um risco controlado. Hoje em dia nós apenas necessitamos acionar um interruptor e em menos de 5 minutos a máquina está desobstruída”, concluiu o Chefe de Manutenção, Pablo Rivera.

Produtos relacionados