Publicado nov 27, 2017

Velocidade e economia com estreia mundial do Lokotrack LT130E

A britagem de calcário especialmente duro para o tamanho e qualidade requeridos com uma capacidade constante de 400 toneladas métricas por hora e movendo-o suavemente via esteira transportadora móvel pode representar um grande desafio para qualquer tipo de equipamento. A estreia mundial da primeira planta de mandíbula Lokotrack® LT130E™ e sistema de transporte por esteira móvel Lokolink™ totalmente elétricos da Metso em Lanwehr Naturstein, em Sauerland, Alemanha, dão conta da tarefa.

"Nós estamos muito satisfeitos com nossa nova LT130E. Ela tem 15% mais capacidade do que sua predecessora e parece ser capaz de britar alimentação de quase qualquer tamanho. Nós costumávamos ter de romper rochas superdimensionadas no mínimo uma hora por dia, mas não mais, graças à grande admissão da mandíbula do C130”, comenta o Diretor Administrativo Thomas Lanwehr da Lanwehr Naturstein GmbH & Co. KG.

 Thomas Lanwehr, diretor-gerente da Lanwehr Naturstein, aponta para uma parede feita com a rara pedra calcária Kulmplatte de sua própria pedreira.

“O acionamento totalmente elétrico usando energia externa claramente acrescenta para nossa competitividade entre os produtores regionais de agregados. E por usar energia elétrica, nós recebemos uma redução de impostos de 6000-7000 euros por mês”, acrescenta Lanwehr.  

Uma conversão de Lokotracks em pleno voo

A Lanwehr Naturstein produz cerca de 900.000 toneladas métricas de agregados de alta qualidade a partir do calcário exclusivo chamado “Kulmplattenkalk”. Desde 2007, o britador primário da companhia tem sido uma planta de mandíbula Lokotrack LT125, conectada a um sistema de transporte por esteira móvel Lokolink™.

A partir da esteira transportadora móvel, o material é transportado para a planta estacionária via uma esteira transportadora em campo de um quilômetro de comprimento

Em meados de 2016, depois de britar mais de 10 milhões de toneladas de calcário duro, o momento foi perfeito para fazer a conversão da antiga para a planta de britagem primária totalmente nova. Toda a mudança foi efetuada em dez dias – e sem interrupções para a produção. Enquanto a antiga LT125 ainda estava britando, o pessoal da Metso e da Lanwehr montou a nova LT130E ao lado da antiga unidade. Assim que foi completada, a esteira transportadora móvel foi rapidamente movida da unidade antiga e instalada na nova LT130E.

Diversos recursos renovados

De acordo com a Lanwehr Naturstein, a Lokotrack LT130E contém diversos recursos novos e importantes que facilitam a utilização:

“O controlador de processo Metso IC é moderno e fácil de usar. A geometria da câmara do britador C130 é bem projetada, fornecendo um bom formato de produto para processamento posterior. O ajuste hidráulico da configuração da mandíbula é seguro e rápido de usar para manter uma configuração precisa”, comenta Lanwehr.

“No geral, nós estamos satisfeitos com a cooperação com a Metso. Nós recentemente tivemos a visita do gerente de produtos da Metso em nosso local para verificar a funcionalidade da unidade; com base naquela visita, algumas melhorias foram feitas para nossa Lokotrack”, ele acrescenta.

“Como uma unidade mais alta, a LT130E é mais bem adequada para a esteira transportadora móvel Lokolink, também. Agora, a primeira seção do sistema de três partes permanece em uma posição mais elevada, bem acima das turbulências em nossa planta”.

Acordo de serviços abrangente

 A Lanwehr Naturstein assinou um Acordo de Serviços Life Cycle abrangente com a Metso. O acordo de cinco anos inclui inspeções periódicas, peças de desgaste e troca de peças.

O calcário em Lanwehr contém muito quartzo e é muito abrasivo. O formato cúbico final é dado para os produtos finais usando um britador de impacto de eixo vertical Barmac da Metso. 

“O acordo LCS com a Metso assegura que nós possamos obter a quantidade alimentada primária necessária para nossa planta estacionária quando nós precisamos dela. Agora nós também somos capazes de nos concentrar mais em nossa própria manutenção”, observa Lanwehr.

“Edelsplitt” para estradas e concreto

A gama de produtos finais contém 50% de base para estradas de 0-45 mm e 50% das assim chamadas categorias de agregados “Edelsplitt”,britados e peneirados para diferentes tamanhos para materiais de concreto e asfalto. A planta inteira é operada por apenas 12pessoas. No presente nível de produção,as reservas irão durar por mais 14 anos.

 

Vídeos recentes

Produtos relacionados