Press release agosto 25, 2016 05:00:00 CET

Manutenção em tempo recorde: Metso executa manutenção de 132 válvulas em 12 dias

A Metso participou da manutenção do parque de válvulas de uma grande empresa industrial latino-americana. Além dos reparos pré-estabelecidos, o processo envolveu o upgrade da automação dos equipamentos instalados. A otimização aconteceu com a ativação de posicionadores inteligentes, modelo ND9000. Com a instalação, os dispositivos fabricados pela Metso passam a enviar informações online do funcionando do parque de válvulas, permitindo que os especialistas da companhia possam realizar análises preditivas dos equipamentos recém-reparados.

“No caso de paradas de plantas, o maior diferencial é o cumprimento do prazo de entrega, o que conseguimos fazer mesmo com os desafios que tínhamos”, explica Alex Bernini, gerente de Operações da Metso. Além da criticidade do tempo de entrega, ele cita o envio de algumas válvulas fora do cronograma especificado e a complexidade de instalação dos posicionadores, como os pontos de atenção do processo.  

Manutenção envolveu engenharia complexa e execução em tempo recorde

A maior parte das válvulas foi enviada para o Centro de Serviços da Metso, em Sorocaba. A partir do deslocamento, o cliente passou a receber um reporte diário do avanço da manutenção – peça a peça. A empresa, por sua vez, montou um sistema de fiscalização – quase diário – para acompanhar o reparo dos equipamentos em Sorocaba.

Objetivas, as visitas ao Centro de Serviços da Metso foram reduzidas em sua periodicidade à medida que se comprovou o cumprimento do cronograma. Os encontros ao longo dos 12 dias serviram para alinhar os objetivos: a Metso recebia o direcionamento do cliente em relação às prioridades de entrega e a contratada detalhava as eventuais dificuldades, caso do fornecimento de peças em caráter emergencial. Em conjunto, as duas equipes técnicas acertavam os detalhes.  

O caminho inverso – ida dos técnicos da Metso à empresa - também aconteceu. Apesar de um planejamento prévio e detalhado, a equipe da Metso responsável pelo processo fez pelo menos duas visitas à unidade durante os 12 dias. Os encontros reforçaram o alinhamento entre os técnicos envolvidos e serviram para reorganizar as atividades, com a meta de não comprometer o cronograma.

“O curto prazo para realização do projeto foi a principal característica da operação. Para superá-la, contamos com o apoio dos técnicos do supply center e, preventivamente, trouxemos um especialistas de outras filiais, que completou a equipe”, detalha Bernini, explicando a mobilização que envolveu vários setores da companhia. O esforço era um só: colaborar na manutenção das válvulas despachadas para o nosso Centro de Serviços de Sorocaba.

“Nosso desafio era respeitar o período de parada, o que foi atingido graças à experiência que acumulamos na manutenção de válvulas da PSA (Mapag) e de dispositivos de outros fabricantes”, finaliza Bernini.